Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os nossos heróis mitológicos

por Zzzzz, em 20.05.17

Os nossos heróis mitológicos só nos mostram como foi importante que por eles não tivéssemos feito nada. Seja em que campo for, importante foi que tivéssemos sabido estar quietos. Como poderá alguém querer que nos tivéssemos mexido, se não sabíamos de antemão que eles iam ganhar? Claro que há sempre os tipos do costume que acreditam, lutam, se esforçam, mas esses são sempre os mesmos, os eternos incorrigíveis.

Depois é outra coisa. Quando se sabe de fonte limpa e transparente que eles ganharam, isso sim, aí dá gosto ir-se para a linha da frente apoiá-los, dar-lhes os parabéns, mostrar-lhes que estamos com eles, que podem contar connosco sempre que precisarem de alguém que os ajude na senda íngreme e difícil da fama.

A fama é o afrodisíaco indispensável à nossa amnésia. A fama tudo lava, o aspecto, o penteado manhoso, o estilo duvidoso, o mau gosto musical. Sem nunca deixarmos de ter razão, dámos-lhes o benefício da dúvida, na esperança de que um dia se mudem, adoptem as nossas posições, para que o seu sucesso seja ainda mais clamoroso.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D